Parceria entre Tiny e SW Soft

Conheça mais sobre a parceria entre o Tiny e a empresa SW Soft, que auxilia a gestão das empresas através de inteligência artificial.

A tecnologia de Inteligência Artificial (IA) da SW Soft agora está integrada a solução de gestão do Tiny ERP. A parceria surgiu como uma oportunidade de apresentar ao pequeno e médio empreendedor uma ferramenta que outrora era apenas usada por grandes empresas.

Ferramentas de Business Intelligence (BI), apesar do nome, não são nada complicadas. A tecnologia se baseia em analisar dados de operações de uma empresa para gerar informações que possam ser usadas pelos gestores. Por exemplo, uma simples venda registrada no sistema gera dados importantes que, se analisados com inteligência, podem fornecer informações preciosas para o crescimento do negócio, como data e horário, vendedor, localização, valor, clientes, produtos, etc…

A Ferramenta de BI vai analisar todos estes dados coletados, cruzá-los e entregar um diagnóstico completo sobre uma determinada situação.

Parece simples de controlar isso tudo manualmente ou em uma planilha pessoal. Porém, monitorar vários produtos e clientes de uma vez e conseguir diagnosticar uma falha rapidamente antes que ela vire um buraco enorme na operação não é tão simples.

Enxergando todo este cenário, um grupo de amigos brasileiros com experiências neste nicho de mercado, resolveu fundar uma Startup que traz esta tecnologia para PMEs (pequenas e médias empresas). Nasceu a SW Soft, que possui a revolução digital em seu DNA e tem como missão integrar as mais novas tecnologias disponíveis a modernos processos de gestão empresarial sem a necessidade de mudanças disruptivas.

Atualmente a tecnologia de Inteligência Artificial junto com Business Intelligence, vem se tornando imprescindível para o mercado que tem se tornado cada dia mais competitivo.

O instituto de pesquisas de Harvard e empresas como a Gartner e Salesforce indicam que a adoção da inteligência artificial melhora o setor de vendas em até 15%.

Integração das soluções da SW com o Tiny

Esta integração disponibiliza muitas análises ligadas à vendas, tais como:

  • Dashboard de indicadores de vendas gerais: total e quantidade de vendas, tíquete médio, média de vendas diárias, custo de produtos, etc.
  • Painel de Resultados: mostra pontos fortes fracos da empresa e indica como trabalhá-los de uma forma melhor.
  • Painel de clientes: Dashboard que mostra de forma geral seus clientes ou um a um para entender cada individualmente.
  • Painel de vendedores: Acompanhe o desempenho de cada vendedor e defina metas de forma automática ou manual.

A integração entre os sistemas acontece de forma totalmente transparente para o usuário. Basta preencher um cadastro e os sistemas irão se comunicar diariamente de forma automática via API (Interface de transferência de dados). O Token API é gerado dentro do Tiny e pode ser informado para a equipe da SW Soft, para que a integração seja realizada.

A parceria com o Tiny vem para reforçar e aprimorar a experiência dos clientes. Ao andar de mãos dadas, a cooperação entre ambas as ferramentas terá um objetivo claro e definido: entregar um sistema de gestão empresarial baseado em tecnologia de ponta e ajudar os pequenos e médios empresários brasileiros a terem sucesso nos seus negócios.

Texto por: SW Soft

Dicas para enviar encomendas utilizando os Correios

Saiba qual a forma correta de enviar encomendas através dos Correios para que elas cheguem até o destinatário.

Enviar encomendas aos clientes utilizando o serviço dos Correios necessita de um conjunto de informações que identificam os objetos e os conduzem desde a postagem até o momento da entrega.

O endereçamento e a utilização correta de etiquetas de postagem têm grande impacto no prazo das entregas, visto que informações incorretas não permitem ao carteiro encontrar o destinatário.

O centro de distribuição dos Correios é automatizado, então as encomendas passam por uma triagem e são separadas conforme a localidade da entrega. Os Correios fornecem algumas dicas de como enviar encomendas de forma correta:

Dica 1 – Mantenha um padrão

Recomenda-se que sejam utilizados os formatos padrão de endereçamento e de rótulos que contenham código de barras para facilitar a identificação e as informações adicionais.

No próprio painel dos Correios, há ferramentas que permitem a geração de rótulos para endereçamento que estão de acordo com o padrão recomendado. Escolha a que for mais conveniente:

  • Endereçador Web

Gera e imprime rótulos de endereçamento, avisos de recebimento e outros formulários. Ideal para pessoas que não têm uma alta frequência de postagem.

  • Endereçador Escritório

Gera lotes de etiquetas e é recomendado para pessoas que têm frequência alta de envios. É possível salvar dados de destinatário que envia encomendas para que possam ser utilizados novamente.

  • Aplicativo SIGEP WEB

Aplicativo para quem possui contrato com os Correios. Gera lotes de etiquetas e também permite o gerenciamento da pré-postagem, a fim de solicitar códigos de rastreamento e montar listas de postagem. O aplicativo é muito utilizado por empresas de e-commerce e pode ser configurado no Tiny. 

  • Correios Web Services

Para empresas que possuem grande volume de encomendas, visto que poderá realizar o gerenciamento das mesmas. Além dos serviços básicos, ainda conta com automatização dos processos na pré-postagem, acompanhamento da encomenda e pós-venda.

Fonte: Correios

Dica 2 – Endereço de entrega

São as informações que indicam onde o objeto deve ser entregue. As encomendas devem conter as seguintes informações:

  • Destinatário ou remetente

Identificação de quem enviou e de quem vai receber a encomenda. Para pessoa física deve-se preencher o nome completo e para jurídica, o nome fantasia da empresa. Esta informação deve estar logo abaixo da palavra destinatário ou remetente.

  • Tipo do logradouro + Nome do Logradouro + Número.

Informa de forma específica onde o objeto deve ser entregue. Temos como exemplo de tipo de logradouro a rua, avenida, setor, vila, estação, e outros. O Logradouro o nome oficial do local. No exemplo, “Avenida” é o tipo e “das Orquídeas” é o nome. O número identifica a qual imóvel será entregue a encomenda.

  • Complemento (se houver) + Bairro

Alguns endereços precisam de complemento, como o número do apartamento, da sala, ou demais informações relevantes. O bairro é a divisão geográfica das cidades.

  • CEP + Nome da Localidade + Sigla da Unidade da Federação

O CEP é um código de 8 dígitos que identifica as localidades, o que agiliza o encaminhamento. Não coloque a sigla CEP na frente do número, não insira pontos entre os números e nem sublinhe. O nome da localidade se refere a cidade ou município e a sigla da unidade federativa corresponde ao estado correspondente.

Por exemplo:

Remetente
Empresa ABCD
Avenida das Orquídeas, 45
Setor 4, Botafogo
00000-000, São Paulo/SP

Destinatário
José da Silva
Rua das Flores, 37
Apartamento 203, Centro
00000-000, Porto Alegre/RS

Dica 3 – Código de barras e informações adicionais

Além de informações corretas no endereçamento, é recomendada a utilização de elementos visuais para que a identificação dos objetos seja facilitada:

  • Código Data Matrix

Código que contém as informações relacionadas às encomendas, a fim de automatizar alguns dos processos de entrega.  

  • Símbolo de encaminhamento

Símbolos que representam os serviços de envio. Identificam de forma visual como a encomenda será enviada.

  • Informações da encomenda e do contratante

As informações também precisam aparecer de forma textual, como número do contrato com os Correios, número da nota fiscal, número do pedido, peso e quantidade de volumes.

  • Código de rastreamento

Número que identifica as encomendas. É composto de 13 dígitos, sendo 2 letras para identificar o serviço + 9 números + Sigla do país de origem. Exemplo: SL123456789BR.

  • Siglas dos serviços adicionais contratados

Os rótulos de endereçamento devem conter as siglas dos serviços contratados, sendo elas AR (Aviso de Recebimento), MP (Mão Própria), DD (Devolução de Documentos) e VD (Valor Declarado).

  • Formulário para registro dos dados do recebedor

Os Correios recomendam que as etiquetas tenham campos para identificação do recebedor, que deve preencher no momento da entrega. São eles: Recebedor, assinatura e documento.

  • Endereços do destinatário e do remetente 

Os endereços precisam estar corretos para que não hajam problemas na hora da entrega.

  • CEP do destinatário em código de barras

Permite que a encomenda seja encaminhada de forma automática.

Dica 4 – Modelos de rótulo

Recomenda-se utilizar os padrões dos Correios para o rótulo nas encomendas. Independente do modelo utilizado, ele deve ser colocado em um canto, na área com maior dimensão da caixa e no sentido da maior face. Evite colocar a etiqueta no centro da embalagem.

Fonte: Correios
  • Endereçamento manuscrito

Etiquetas recomendadas para pessoas físicas. São autocolantes e contém todos os campos que devem ser preenchidos para que a entrega seja realizada.

  • Endereçamento automatizado

Recomenda-se a utilização dos padrões dos Correios, e a resolução das etiquetas deve ser de, no mínimo, 300dpi, sem utilizar economia de tonner ou rascunho, a fim de manter a qualidade e evitar problemas de leitura. Caso imprimir em folha comum não colante e utilizar fita adesiva, não cole por cima do código de barras ou do código data matrix, pois pode comprometer a leitura das informações.

Dica 5 – Embalagem e acondicionamento

Assim como o endereçamento correto, é importante enviar os produtos de forma adequada, para evitar avarias durante o transporte.

As embalagens devem ser resistentes e o conteúdo precisa estar devidamente acomodado, para que haja segurança durante o envio.

Impressão de etiquetas de envio no Tiny ERP

O processo de envio de encomendas pode ser mais simples se sua empresa utilizar um sistema que gere as etiquetas de envio, como o Tiny ERP.

Após criar uma conta no Tiny, poderá realizar a integração com os Correios e otimizar os processos. Desta forma o envio de encomendas se torna mais simples, e o processo otimizado faz com que os produtos cheguem mais rápido nas mãos dos clientes.

O módulo de expedição permite o gerenciamento dos pedidos que serão enviados, sendo eles por transportadora ou Correios. Cada expedição pode conter um grupo de pedidos, a fim de formar a PLP.

A integração permite diversas funcionalidades, como cotação de fretes e prazos, tipos de embalagem, geração de PLP, impressão da etiqueta de envio e código de rastreamento. A etiqueta de envio está disponível dentro das exigências dos Correios, portanto você não precisa se preocupar com isso.

Para imprimir as etiquetas de envio, basta gerar uma expedição escolhendo os Correios como forma de envio. Ao concluir a PLP, são exibidos os dados da postagem e os objetos presentes na lista. Com a PLP finalizada, poderá imprimir a mesma e as etiquetas de envio.

Agora é só seguir as dicas deste post e enviar as encomendas via Correio da forma mais correta.

Parceria entre Tiny e Correios

A integração entre o Tiny e os Correios possibilita o envio dos pedidos aos clientes de forma prática e rápida.

A integração entre o Tiny ERP e os Correios foi desenvolvida para que os pedidos dos clientes sejam enviados de forma prática e rápida, a fim de otimizar o processo de envio e entrega.

Sobre os Correios

Correios é uma empresa pública federal, responsável pelo envio e entrega de correspondências no Brasil. Iniciou suas atividades no Brasil em 25 de janeiro de 1663 e desde sua criação vem evoluindo seus serviços para atender as necessidades das empresas e pessoas físicas.

É uma das empresas mais utilizadas para envio de pedidos realizados em e-commerce, por ser de fácil acesso e realizar entregas em todo o país, sendo os serviços mais utilizados o SEDEX e o PAC.

O SEDEX, criado em 1982, se tornou um dos principais serviços expressos da estatal e lidera o setor de encomendas expressas no país. Com a modernização, foram lançados serviços como SEDEX 10, SEDEX 12, SEDEX Hoje e SEDEX Mundi, o que agilizou a entrega das encomendas.

Já o PAC, é uma solução para empresas que precisam de alternativas mais econômicas para enviar as encomendas. Seu prazo de entrega é um pouco maior que o SEDEX, então é uma escolha para os clientes que não tem urgência para receber o pedido.

Correios e Tiny ERP

A integração do Tiny com os Correios permite que sua empresa envie as mercadorias compradas por clientes na loja virtual.

Após realizar a configuração no Tiny, o usuário poderá incluir uma expedição escolhendo esta forma de envio, e através dela controlar o envio dos pedidos e o rastreamento.

Veja abaixo quais são os recursos disponíveis ao realizar a integração com os Correios:

  • Inclusão de expedição
  • Cálculo de frete dos Correios
  • Geração e impressão de PLP
  • Geração de código de rastreamento
  • Envio de rastreamento dos Correios para o e-commerce
  • Rastrear objetos
  • Impressão das etiquetas de envio
  • Mapeamento das formas de envio
  • Serviços dos Correios por faixa
  • Personalização simples das etiquetas de envio
  • Possibilidade de utilizar Correios E-Fulfillment

Aproveite a integração entre o Tiny ERP e os Correios para deixar o backoffice de seu e-commerce mais eficiente, a fim de entregar o pedido dos clientes no menor tempo possível.

Correios vão aumentar o preço do frete em março

Correios vão aumentar o preço dos serviços em março. Vejam quais serão as mudancas para o e-commerce

A partir do dia 6 de março, os Correios vão fazer um reajuste de, em média, 8,03% no preço dos fretes. Foi afirmado que o reajuste ficou abaixo do IGP-M de 2018, de 8,74%. O novo preço será conforme a localidade.

Em contrapartida, há uma boa notícia para os e-commerces. A partir da mesma data, os Correios podem reduzir em até 4% o preço do PAC, contanto que a pré-postagem seja feita de forma eletrônica.

“Para a manutenção dos redutores de preço nas postagens de encomendas das micro e pequenas empresas, foi disponibilizado um pacote básico, que pode ser contratado pela internet. Esse pacote de serviços contempla preços mais competitivos em relação aos praticados na modalidade de pagamento à vista, permite faturamento das postagens e não possui cobrança de valor mínimo mensal”, afirmou a estatal em nota ao E-Commerce Brasil.

Quantidade mínima de encomendas chega ao fim

Os Correios também anunciaram o fim da exigência de quantidade mínima de encomendas. O pacote de serviços terá um valor mínimo mensal.

Um serviço que havia sido suspenso voltará a ser utilizado, o “Encomenda 1” e sua cobrança mínima mensal será de R$ 1.000,00 em consumo de serviços e encomendas. Para os clientes que contrataram este serviço, mas que possuem faturamento menor, serão migrados para o pacote básico.

“Com esses ajustes nos pacotes de serviços de encomendas, os Correios mantém o compromisso de serem o principal parceiro das micro e pequenas empresas na oferta de soluções que viabilizem o seu e-commerce”, concluiu a estatal.

Fonte: E-commerce Brasil

Tiny ERP – Versão 2.58

Foi lançada a última versão antes do novo Tiny. Aproveite as novas funcionalidades e aproveite para experimentar o que o novo tem a oferecer.

O ano de 2019 iniciou há pouco tempo, mas já temos uma nova versão do Tiny ERP para os usuários.

Ela conta com algumas novidades, mas a maior delas ficará para o próximo mês. Aguardem, pois o novo Tiny está chegando com tudo.

Melhorias implementadas

Confirma quais foram as mudanças para a versão 2.58 do Tiny:

  • Importação de pedidos da Amazon

Disponibilizada a importação de pedidos da Amazon como recurso Beta, de forma automática, diretamente na lista de pedidos.

  • Verificação de dados do cliente pela Receita Federal

Para usuários com certificado A1, criamos um botão para pesquisa de dados a partir do CNPJ do cliente, por UF. Os estados da federação que permitem esta pesquisa foram implementados, que são AC, BA, CE, ES, GO, MS, MT, PB, PE, PR, RN, RR, RS, SC, SP

  • Soma do IPI devolvido no total da nota

Mesmo que o cálculo de impostos esteja desligado, o IPI devolvido será sempre somado para os casos de NF que possuírem este imposto.

  • Ajuste do envio de produtos com variações no Mercado Livre

O Mercado Livre aceita apenas o mesmo valor para os produtos com variação. Foi ajustado o envio destes valores a partir do Tiny para ocorrer em lote, evitando problemas de valores diferentes.

  • Importação automática de pedidos (OMS)

Foi disponibilizado para os planos Essencial e Grande, o OMS (Order Management System), o Sistema de Gerenciamento de Pedidos. Desta forma, a importação dos pedidos e a atualização de situações passa a ser automática no Tiny, otimizando ainda mais a rotina. Este recurso está na fase Beta e deve ser solicitado via chamado de suporte. Não haverá custo para utilização.

  • Alteração no login do e-commerce

A maneira como se faz login nas plataformas a partir do Tiny (configurações do e-commerce) está padronizada para ser através de um popup legal, como já estava ocorrendo com o Mercado Livre.

  • Campo taxa para contas a pagar

Nas contas a pagar, ficava disponível o campo Taxa. Para esta versão, ele foi ocultado.

  • SW Soft adicionado à seção de sistemas integrados

SW Soft é uma ferramenta de BI e gestão de vendas. Eles buscam os números de faturamento, contas a receber, quantidades de pedidos/notas etc e montam uma espécie de BI com gráficos e perspectivas. Conheça a SW Soft .

  • API PDV

Para atender a integração com a Devi PDV, criamos o retorno do preço promocional dos produtos na API Pesquisar Produtos.

E o que está por vir?

novo-tiny-erp
Conheça o novo Tiny ERP

Você já pode conferir como será o novo Tiny. Ele está mais moderno, leve e com usabilidade pensada em cada detalhe para proporcionar as melhores experiências de uso. Deixamos tudo mais simples, mas não perdemos a essência.

Acesse o sistema e clique em “Experimentar agora”. Para conhecer as mudanças, acesse “Sobre a versão” e fique por dentro.

Liquidação Fantástica do Magazine Luiza

Está chegando a Liquidação Fantástica do Magazine Luiza. Sua loja já está preparada para vender no marketplace?

Prepare-se, pois está chegando mais uma Liquidação Fantástica do Magazine Luiza.

A liquidação que caiu no gosto dos usuários online foi iniciada há mais de 25 anos no varejo físico, ganhou muita força e tornou-se a segunda maior data de liquidação do país com expectativas de vendas semelhantes à Black Friday. Esta é a Liquidação Fantástica.

Neste ano, a Liquidação Fantástica ocorrerá no dia 4 de janeiro e preparamos um breve material para aproveitar a data e fazer muitas vendas.

A expectativa deste ano é de bom crescimento em relação ao ano anterior, tanto em visitas, quanto em taxa de conversão como vendas efetivas na data.

Conversão-vendas

Veja como se comportaram as vendas em janeiro de 2018. Repare que 30% das vendas do mês foram geradas na Liquidação Fantástica com aumento de 6x de vendas no dia.

Vendas-2018

Principais categorias da liquidação:

  • Ar e Ventilação
  • Celulares e Smartphones
  • Eletrodomésticos e Eletroportáteis
  • Informática
  • Móveis
  • TV e Vídeo

Pensando em fortalecer suas vendas e aproveitar tudo que a Liquidação Fantástica pode oferecer, sugerimos que revisem alguns pontos. São eles:

Sortimento – Cadastro de produtos

Garanta que, pelo menos, a curva A de seu portfólio esteja cadastrada e ativa no Marketplace Magazine Luiza. Através do relatório de Curva ABC disponível no Tiny poderá selecionar os produtos com maior facilidade (saiba como gerar o relatório).

Sortimento – Kits Promocionais

Outra forma de performar melhor é criar kits promocionais oferecendo um conjunto de produtos com vantagem ao cliente. Isso pode resultar em aumento no ticket individual e em maior volume de vendas. Consulte a ajuda para saber como definir os kits promocionais no Tiny.

Profundidade de estoque

Foque nos itens com maior quantidade de estoque para aproveitar todo seu potencial. Através do relatório de saldos em estoque poderá visualizar a quantidade disponível para cada produto.

Preço – Virada de preço garantida até 2/01

Garanta o melhor preço histórico para este período. Dentro do Tiny poderá gerar uma lista de preço específica para o Marketplace Magazine Luiza e definir preços promocionais para esta ação. Leia mais sobre preços promocionais.

Parcelamento

Verifique o quão competitiva está a condição comercial para sua linha de produtos. Se deseja inserir opções de parcelamento e verifique as formas de pagamento disponíveis para a sua loja dentro do marketplace.

Frete – Preço e Prazo de Entrega

O valor do frete pode ser determinante na hora de finalizar um pedido. Certifique-se de que o preço e o prazo estão alinhados com o praticado pelo mercado. E atente-se que é preciso cadastrar a própria tabela de contingência.

Se você ainda não vende seus produtos através do Marketplace Magazine Luiza, aproveite para começar em uma das melhores datas de vendas, a Liquidação Fantástica.

Cadastre-se no marketplace

Para você que já faz parte do Marketplace Magazine Luiza e possui alguma dúvida sobre como aproveitar a liquidação de forma completa, utilize o e-mail vendamais.marketplace@magazineluiza.com.br.

Caso precise de ajuda do Tiny, poderá usar qualquer um dos três canais, como desejar.

  • E-mail suporte@tiny.com.br
  • Suporte direto através da sua conta Tiny. Acesse Suporte > Chamados de Suporte
  • Telefone 54 3055.8200

E boa Liquidação Fantástica!

Tiny ERP – Versão 2.57

Foi lançada uma nova versão do Tiny ERP, a última de 2018. Para 2019 estamos preparando muitas surpresas.

Na madrugada do dia 14 de dezembro foi lançada a última versão do Tiny para o ano de 2018. Em 2019, continuaremos evoluindo o sistema, para que seja cada vez mais robusto e amigável aos usuários. Muitas novidades vem por aí!

Veja quais foram as mudanças desta versão:

Melhorias implementadas

Sob encomenda 

Ao desinstalar a extensão “Sob-encomenda“, o usuário poderá remover as reservas dos produtos que estão reservados.

Sob-encomenda-tiny-erp.png

Proposta comercial 

Na impressão das propostas comerciais, o preço de lista e o desconto aplicado passam a ser destacados.

Variáveis para envio de e-mail

O texto dos e-mails enviados aos seus clientes passa a ser personalizável, usando o recurso de variáveis no texto. Desta forma você poderá ter e-mails com o nome do cliente, número da nota e outras informações no corpo da mensagem. Está disponível para os e-mails abaixo:

  • NF-e (DANFE)
  • Pedidos de venda
  • Proposta comercial
  • Boleto
  • Ordem de compra
  • NFS-e
  • Ordem de serviço
  • Rastreamento de encomenda

Extensão > Integrações

As extensões “Plataforma” e “Marketplace” passam a ser uma só: Integrações. Sendo assim, cada plano conta com duas integrações livres, independentemente se for plataforma ou marketplace.

Foto usuário

Nesta nova versão, é possível inserir uma foto no cadastro dos usuários, para facilitar sua identificação.

Etiquetas logística

Para as integrações específicas com transportadoras (TotalExpress e JadLog) é necessário etiquetas atendendo padrões. Sendo assim, foi criada uma opção nova na configuração de etiquetas conforme a forma de envio.

Mapeamento situações

Para as plataformas abaixo, fica disponível o mapeamento das situações dos pedidos no Tiny com as situações do e-commerce.

  1. Mercado Shops
  2. JetNeo
  3. PrestaShop

Custo da mercadoria vendida (CMV) 

A partir desta versão, o CMV das devoluções de venda pode ser considerado no DRE. Basta escolher nas configurações avançadas da natureza de operação se deseja ou não considerar no demonstrativo.

CMV.png

Mapeamento das formas de frete

Para as plataformas abaixo, fica disponibilizada a opção de mapear as formas de frete:

  • FBits
  • PrestaShop

Outras melhorias

  • Padronização na quantidade de pedidos importados por vez no e-commerce. Serão 50 registros, para as plataformas que possuem esse parâmetro;
  • Inclusão nova categoria a partir do caixa;
  • No faturamento parcial de pedidos, exibe código do produto;
  • Exportação e Importação de Contas a Pagar e Receber com competência   
  • Mercado livre permite enviar o máximo de fotos dos produtos conforme permissão da categoria;
  • Para a Tray, importação do EAN das variações, mapeamento de envio e entrega e envio de código de rastreamento quando preenchido;
  • Exibição do número do pedido do marketplace nas observações da nota fiscal, quando configurada a opção “Número da ordem de compra do pedido nas observações”;
  • API para enviar objetos para a expedição: Retornar ID das expedições;
  • Novo layout para boletos do Banrisul;
  • Relatório de contas a receber e a pagar passa a exibir CNPJ/CPF;
  • Adicionado campo “Sob encomenda” no retorno da API para obter dados de um produto.

Você sempre pode conferir as novidades em “Início > Sobre a versão”.